• Carlos MSilva

Descrença nas Capacidades dos Colegas... Passo ou Remato?

Atualizado: 26 de Nov de 2019

(parte 2 de 2)


Grande Mister,

No último vídeo vimos a importância dos valores na TOMADA de DECISÃO de um atleta perante um momento importante, em que estamos a perder por 1 golo a 7 segundos do fim e nos encontramos numa situação de 2x1+GR.


Essa foi a primeira parte com um vídeo de menos de 2 minutos. Se não viste clica aqui para veres antes deste (parte 1- https://www.treinadorpro.com/blog/a-perder-a-7segundos-do-fim-passo-ou-remato).


Entendemos que poderá ser um problema de Valores internos do atleta, e como treinadores temos de saber antecipar a prioridade da decisão, em que colocamos o objetivo ou a meta coletiva, ou seja, FAZER PONTOS, à frente do protagonismo do EGO do atleta.


E isso é treinável através de exercícios no campo, quando treinamos não só as questões técnico-táticas mas incluímos condicionantes emocionais que vão atuar sobre as nossas convições e sobre os nossos valores.


Só que nem sempre, poderá ser um problema de valores. E neste vídeo, ou seja, na continuidade da sessão de mentoring ao treinador, procuro fazer a distinção se é mesmo um problema direto nos valores ou se é um problema ao nível das convições do atleta.


Isto é, o atleta pode não passar a bola ao colega, porque não acredita nas capacidades do colega, sobrevalorizando as suas próprias capacidades. Neste caso, é preciso identificar se o problema não será mesmo a descrença sobre a capacidade dos outros.


O NÃO ACREDITAR QUE O COLEGA CONSEGUIRIA FAZER GOLO.

E isso dar-nos-à pistas para os próximos treinos.



Neste caso, teríamos que avaliar se mais atletas teriam essa mesma perspetiva sobre outros colegas da equipa, pois isso é uma convição que mina qualquer crença na realização das metas coletivas.


O que inconscientemente poderá levar ao 1º ponto fundamental que falamos. Já que não acredito que será possível ganhar e atingir os objetivos da equipa porque os meus colegas são mais fracos, então vou procurar atingir os meus objetivos pessoais acima dos da equipa.


Logo, as minhas decisões irão ter como prioridade, os objetivos individuais...


E neste caso, teríamos que utilizar o treino, para construir novas convições sobre as capacidades uns dos outros, onde iríamos incluir exercicícios técnico-tático-estratégicos para instalar uma nova convição coletiva.



---

Se quiseres saber mais sobre o www.treinadorpro.com/post/masterclass-7seguidas (clica aqui)

poderás encontrar Masterclass Online, e ainda Sessões de Mentoring e Coaching.

Fica à vontade para saber mais no site.


Um abraço

Carlos MSilva