• Carlos MSilva

Melhor do que 100 exercícios são apenas 10 ferramentas.

Atualizado: 26 de Nov de 2019

Adoro quando partilho nas sessões de coaching individuais sobre metodologia de treino a ideia de que para treinar não é preciso ter ou saber de muitos exercícios.


Não é preciso ter um livro ou um powerpoint das formações que fazes, não é preciso teres vídeos do youtube cheio de exercícios e pegares e utilizares para ti.

Já Mourinho defende que mais do que ter exercícios tens de saber fazê-los de acordo com as tuas intenções. E apesar de gostares muito de ver exercícios para retirar ideias, deves ser tu a criar os teus exercícios.

Pois bem, mas não é fácil.

Por isso é que defendo que 10 ferramentas é melhor do que 100 exercícios.


Ter uma passo a passo de 10 ferramentas, que utilizas uma a uma, sabendo o que tens de fazer para dominar 1 PLANO DE TREINO .


  1. A primeira ferramenta de 10 ferramentas: é a DOR - qual o problema que está a acontecer?

  2. A segunda é a TRANSFORMAÇÃO - qual a transformação que vais provocar no treino?;

  3. a terceira é o PRAZER - qual a meta que queres atingir?

  4. a quarta são os PRINCÍPIOS de Treino - quais os princípios que tens de respeitar?

  5. a quinta é o MODELO de Liderança - qual a identidade que queres ter e que a tua equipa será como uma extensão de ti?

  6. a sexta é o Modelo ESTRATÉGICO - qual o mapa que segues para planear uma estratégia na semana de treinos?

  7. a sétima é a PIRÂMIDE de Princípios - qual o modelo de jogo que criaste para tua equipa?

  8. a oitava é a ESTRUTURA - qual a estrutura de exercícios mais adequada para o treino?

  9. a nona é a CARGA - qual a carga física/ mental e emocional que queres aplicar à equipa?

  10. a décima é o AJUSTE - como ajustar o exercício durante o treino para realizar o que se pretende?

Só com estas 10 ferramentas tens um plano de treino praticamente preparado para ser eficaz. Responder a estas questões dar-te-à a possibilidade de dominar o teu plano de treino.


Deixa-me dar-te um exemplo simples de como utilizar por exemplo a ferramenta 1 de 10, a DOR.

A dor é saber exatamente qual a dor que os atletas têm. Não a dor física mas a "dor (comporta)mental". Este conceito é altamente. Repara só.


A equipa do Filipe estava habituada a perder.

Ela sempre que sofria o 1º golo, esmorecia.


Então qual a "dor (comporta)mental": desistência.

Não era, nem a dor física de não conseguir ir atrás do resultado, nem a dor táctica de saber o que fazer para responder com princípios de criação e exploração de espaços para chegar a zonas de finalização e marcar golo.


E a "dor (comporta)mental", era a DESISTÊNCIA.

E isso é treinável.


Só que não com um qualquer livro ou base de 100 exercícios.

E a dor é só a primeira ferramenta de 10 ferramentas.

Experimenta analisar a tua equipa e descobrir as dores (comporta)mentais.


Depois partilha comigo por email o que descobriste: profissaotreinador@gmail.com

-


Estes são os 10 Passos da:

#PeriodizaçãoSituacionaleTransformacional

-

Sabe mais na Aula Online e gratuita:

» MasterClass #7Seguidas «