• Carlos MSilva

Tens Propostas para a Próxima Época?

Atualizado: 26 de Nov de 2019

FINAL DE ÉPOCA...

Estamos a chegar ao fim.

Muitos já terminaram mesmo a sua época a 30 de Abril.

Outros começaram agora os apuramentos para se definirem os campeões.


E muitos de nós treinadores, uns temos e outros NÃO:

PROPOSTAS para a próxima ÉPOCA.


É assim, o mercado não é igual a outras profissões em que enviamos um currículo e somos vistos pelos diretores como profissionais formados ou não.


Mas também tenho uma questão... deveria ser assim?

Talvez sim, talvez não.


Nunca vi um cantor ou músico entregar um currículo para ser músico. Ou um atleta a fazê-lo.

Existem profissões que simplesmente parecem ter outros elementos que fazem com que o profissional precise de provar que tem competências na prática.


E não estou aqui a dizer o que é certo ou errado. Nem estou a defender qualquer posição com intuito de dizer como deveria de ser.


Estou apenas a dizer que em algumas profissões, para seres um profissional "dentro do mercado" é preciso diferentes skills ou competências que não se aprende na escola, na faculdade, ou em um curso de treinadores.


As competências de relacionamentos sociais, aos que muitos, e muitas vezes se chama de CUNHA.


É possível que tenham razão. Mas também é possível que não. Vamos ver um exemplo.

Se tu como treinador fosses recrutado para pegar numa das melhores equipa do mundo na tua modalidade.

Sei lá, imagina que por exemplo no futebol chamavam-te para o Real Madrid.

Quem levarias para a tua equipa técnica?

Sim, tens 5 elementos que podes levar contigo. Adjunto Tático, Adjunto Físico, Adjunto ComportaMental, Preparador Físico, Scout, ou as funções que quisesses definir.


Quem levarias contigo? A sério, pega num papel e experimenta responder.

  • Seriam pessoas que já conheces?

  • Seriam profissionais que irias recrutar que já conheces?

  • Seriam pessoas que não conheces?

  • Seriam profissionais que se candidatassem a trabalhar contigo enviando um currículo?

  • Seriam pessoas que trabalharam contigo?

  • Seriam profissionais que trabalharam contigo na sua área de especialização?

  • Ou simplesmente irias levar pessoas que conheces e depois distribuías as funções de acordo com as suas competências?

O que estaria em primeiro, a Confiança ou a Competência?

Escolherias uma pessoa de confiança sem competência, ou preferias uma pessoa com competência sem teres confiança?


Num determinado momento da minha vida, se queria de viver de treino, tive de perguntar a mim mesmo estas questões. Cada um tem as suas respostas, mas eu ainda me questionei,


O que teria que fazer para SER PROFISSIONAL e VIVER DE TREINO?


E encontrei algumas respostas que partilho contigo numa MASTERCLASS só para TREINADORES. Quem não é treinador não deve entrar apesar de ser aqui no site de forma online e gratuita (se és treinador entrar por aqui).


Mas ainda em relação à CUNHA. Ao responder a estas questões apercebi-me que não iria muito longe se continuasse a chamar cunha àquilo que afinal poderia ser para a maior parte dos treinadores, a CONFIANÇA.

Então tive de fazer uma escolha MUITO IMPORTANTE num determinado momento.


Trocar a palavra CUNHA por NETWORKING.

Ou seja, trocar a ideia negativa que tinha sobre a cunha para uma ideia potenciadora de competências sociais e relacionais importantes, no qual teria que aprender a ESTABELECER RELAÇÕES de CONFIANÇA, para gerar a maior ONDA positiva de reconhecimento interpessoal com o maior número de pessoas que teria que INFLUENCIAR para chegar ao meu OBJETIVO de CARREIRA (para além de procurar competências conceptuais e técnicas no terreno).


Até porque entregar um currículo é pouco para uma área onde somos AVALIADOS por RESULTADOS ou AVALIADOS POR CONFIANÇA.


Por isso, fica a dica.

O QUE PRECEDE OS CONVITES DE CLUBES PAGANTES SÃO AS COMPETÊNCIAS RELACIONAIS E A INFLUÊNCIA QUE CRIAS NO MERCADO.

E para isso, é fundamental aprender competências nesta área, paralelamente à metodologia.


E neste momento poderás estar a pensar...


Sim, está bem Carlos, mas eu sou treinador, não quero ter que me PRÉocupar com isso.

Sim, está bem Carlos, mas eu sou treinador, tenho é de estar focado APENAS no treino.

Sim, está bem Carlos, mas eu sou treinador, e não conheço AINDA muitas pessoas.

Sim, está bem Carlos, mas eu sou treinador, e quero RECEBER mais CONVITES para TREINAR.


Ok, então experimenta TRABALHARES essas COMPETÊNCIAS e VERES a DIFERENÇA.

um Forte Abraço, e #vamosjuntos


Carlos MSilva

---

#networkingdotreinador

P.S- se quiseres saber mais sobre como trabalhar o NETWORKING, dou umas ideias numa MASTERClass para Treinadores, online e de forma gratuita.

» aqui «

 ​© 2007-2020 by Carlos MSilva | 10 Anos de Treino | Formações | Coaching | Experiência Prática. All rights reserved.

ccmset@gmail.com | http://treinadorpro.com | Estoril-Lisboa | Portugal