• Carlos MSilva

Um Inimigo do Treinador: "A galinha da vizinha é melhor do que a minha"

Atualizado: 26 de Nov de 2019

Grande Mister!

Já sei que ouviste muitas vezes esta expressão: "A galinha da vizinha é melhor do que a minha".


Também já sei que sabes que isso pode não ser verdade.

Mas hoje quero-te falar de um dos maiores inimigos do Treinador.


Um dos maiores está dentro de nós.

E está sempre a revelar-se sempre que conhecemos noticias sobre os outros.

Seja nas redes sociais, seja nos jornais, seja numa conversa.



Assim que sabemos que alguém está bem, ou alguém conseguiu atingir algo que queríamos, ou alguém tem alguma coisa pelo que ansiávamos acciona-se um botão de comparação.

Esse botão acciona um género de comparação entre o meu estado atual e o estado atual da outra pessoa. E esse processo de comparação gera uma ideia irrealista da realidade, entre o que eu tenho ou estou a conseguir e o que o outro está a conseguir.


E isso, por vezes pode ser altamente frustrante.


O botão da comparação acciona o sentimento de inveja.

Mas se não quisermos chamar isso, por ser uma sensação levezinha, então poderemos dizer que nos cria ansiedade e baixa o nosso nível de confiança.

E isso acontece porque estamos a ver o que outros estão a fazer, e isso tira-nos da zona de controlo.


Fora da zona de controlo = Ansiedade


Assim talvez seja mais fácil de chamar-mos ansiedade ou: Falta de confiança é o que vai resultar desse processo natural de comparação que nós fazemos. E nesse momento é preciso estarmos conscientes para fazer o processo inverso de forma a conseguir elevar novamente a nossa confiança.


O processo de comparação de nós mesmo, com quem?

Connosco mesmos.


Mas atenção!

Isso só não chega.

Porque outro sub-inimigo da comparação é a comparação do EU IDEAL.


É quando nos comparamos neste momento com o EU que idealizamos no futuro ou com quem nos cobram que fossemos ou com quem nos cobramos a nós mesmos que deveríamos ser.


Será necessário voltar a ganhar consciência sobre esse processo interno do nosso pensamento e centrarmos-nos na comparação connosco próprios mas entre o momento que estamos hoje e o momento em que fizemos a última avaliação de como estávamos para começar a crescer.


Também não é em relação a um momento no passado em que estávamos melhor.

É em relação ao momento em que estivemos a definir que íamos melhorar.

E se não houve, então é só em comparação ao momento anterior, nem que seja o qual nem tínhamos consciência à 2 minutos atrás.

Agora já tens. E já estás um passo à frente.


Então podes usar a comparação do teu futuro não para te avaliares mas para criares uma meta e te motivares. E podes então usar a comparação com o teu passado para criares uma avaliação do que estás a melhorar.


Ganhando desta forma, confiança suficiente para definires os próximos objetivos no próximo mês.


E o que aconteceu ao outro que atingiu uma meta?


Fica feliz porque o mundo é abundante.

E porque por ele ter atingido também outro alguém pode atingir.

E porque por ele atingir eleva a fasquia à sua volta e nos eleva a todos para o próximo nível...


Este processo de gerar confiança tem os seus altos e baixos.

E para mantermos um nível estável, muitos dos treinadores de sucesso, como Guardiola, recorrem aos seus coachs.

Mas nem todos os coachs têm a capacidade de trabalhar com treinadores.

É preciso fazer essa avaliação perguntando se têm uma metodologia de coaching geral ou específica pelos anos que trabalham com treinadores.


Coaching e Mentoring é uma área que cada vez mais treinadores procuram e obtêm resultados, não porque o Coach ou o Mentor vai fazer algum tipo de trabalho que o treinador não sabe, mas porque o Coach ou o Mentor facilita a confiança e a serenidade da tomada decisão que muitos Treinadores procuram nos seus adjuntos (yes-men) em vez de procurarem quem os confronte com ideias, e seguros de si mesmos, e confiantes conseguem gerir a informação que os adjuntos têm, para chegar às melhores soluções em equipa (técnica) que então (e)levam ao sucesso. 


Confiança do Treinador é o 2º Passo que se trabalha na Pirâmide da Excelência e vem logo a seguir com a Visão do Treinador.

Que estes inimigos agora visíveis, sejam mais fáceis de dominar.

Para que possas ter resultados ou possas ser mais consistente.


Existem mais de 13 inimigos que é importante conhecer para quem é treinador.

Poderás saber mais em Workshop: "Ser Treinador PROFISSIONAL"

100% Online e 100% Gratuito.


Um forte abraço, e #vamosjuntos na melhoria dos muitos treinadores que têm assistido a estes conteúdos do blog e do workshop. Lá eu explico porque faço isto gratuitamente. E porque quero ajudar treinadores a viverem de treino tal como eu.